Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

terça-feira, 4 de julho de 2017

“Dança que Não se Vê” no Conexão Dança

Nesta terça-feira, 04, a performance “Dança que Não se Vê” do grupo goiano “Três em Cena” é destaque na programação do “Conexão Dança”, festival reúne grandes nomes nacionais e internacionais da Dança Contemporânea até o dia 08 de julho em São Luís (MA). A apresentação é gratuita e ocorre às 15h, no Teatro Alcione Nazaré (Rampa do Comércio, 200 – Praia Grande ), com nova sessão às 20h, no local.
 
“A proposta aqui é produzir um diálogo entre a dança e o público, e tratar do uso de recursos cênicos para camuflar o corpo no palco, invertendo a lógica tradicional no uso de iluminação e cenário”, explica o diretor artístico Rafael Guarato. O espetáculo adota como objetivo principal o exercício de repensar o lugar daquele que observa, do espectador.
 
Há nove anos, no Maranhão, trocas e reflexões em torno da Dança Contemporânea acontecem através do “Conexão Dança”.  A capital maranhense respira essa atmosfera durante esses dias de realização. Todas as sessões são gratuitas, bastando chegar uma hora antes para recolhimento do ingresso na bilheteria de cada espaço. A programação completa está no site:www.conexaodanca.com.br.
 
O festival, com direção de Erivelto Viana, realizado através do Bemdito Coletivo Artístico, objetiva formação; discussão entre teoria e prática, promoção de espaço de circulação; encontro; diversidade de linguagens; perspectivas de criação e pesquisa num ambiente artístico contemporâneo. É realizado graças ao incentivo do Programa de Editais de Festival de Teatro e Dança da CAIXA Econômica Federal. E, o IBERESCENA 2016-2017 (Fundo Ibero-americano para artes cênicas), que possibilita o intercâmbio com artistas de Portugal, Espanha, Chile e Argentina. Além do apoio local da Secretaria Municipal de Turismo e SESC-MA.
 
 
Sobre o grupo e a performance:
 
O grupo goiano Três em Cena traz a São Luís em julho a circulação da performance “Dança que Não se Vê”. O itinerário, programado para 11 cidades de 7 estados do Brasil e Distrito Federal. A itinerância contemplou nessa última fase, as cidades de Goianésia (14/06, Teatro Maria Ivony Correa Guimarães, 15h e 20h) e Quirinópolis GO (21/06, Palácio da Cultura Sodino Vieira de Carvalho, às 15h e às 20h).  “A proposta aqui é produzir um diálogo entre a dança e o público, e tratar do uso de recursos cênicos para camuflar o corpo no palco, invertendo a lógica tradicional no uso de iluminação e cenário”, explica o diretor artístico Rafael Guarato. O espetáculo adota como objetivo principal o exercício de repensar o lugar daquele que observa, do espectador.  A ideia consiste em demonstrar e discutir o processo tradicional de composição cênica em dança para o espaço físico do teatro, conhecido como «caixa preta». Classificação etária 14 anos.
Financiado pelo Fundo de  Arte e Cultura do Estado de Goiás 08/2015, SEDUCE e Governo de Goiás, «Dança que não se  Vê» traz em seu cerne a proposta de uma nova concepção de formação de público em dança, materializada em um espetáculo que se bifurca em 02 eixos « O primeiro sobre o papel do espectador e a função do olhar; o segundo de caráter pedagógico, que permite ao observador reconhecer o processo de composição de um espetáculo de dança pensado para o formato de palco italiano , e em que são apresentados elementos que possibilitam ao espectador se localizar minimamente na proposta oferecida.
 
Serviço:
Dança que não se vê
Quando: 04/07
Horário/Quanto: 15h « Restrito « Gratuito #Ação Social
Horário/Quanto: Gratuito #Público Geral
Faixa Etária: 14 anos
Duração: 50 min
Disponibilidade: 220 lugares
Onde: Festival Internacional Conexao Danca , Teatro Alcione Nazaré  - Rampa do Comércio, 200 – Praia Grande – Centro
Ficha Técnica
Coreógrafos-Intérpretes: Luciana Caetano, Gleysson Moreira e Alexandre Ferreira
Criação e operador de iluminação: Júnior Oliveira
Figurino: Audnã Abreu e Alinne Teixeira
Cenário: Audinã Abreu, Alinne Teixeira e Rafael Guarato
Direção Artística: Rafael Guarato
Produção/Comunicação: Marcelo Santos
Crédito de imagens: Oswaldo Neto
Trilha sonora: Promessas de amor a desconhecidos - JPê; Hit and Run - Bar Kays (parcial); Balões - JPê (parcial); Na batida - Mc Anitta (parcial).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.