Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

terça-feira, 7 de março de 2017

HU-UFMA e LARe promovem nesta quinta-feira (09/03) ação pelo Dia Mundial do RIM

Ação educativa acontecerá no dia 09 de março e tem como tema Doença Renal e Obesidade. Estilo de Vida Saudável para Rins Saudáveis”.

Com foco em alertar a população para a adoção de hábitos saudáveis, a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) traz como tema para o Dia Mundial do Rim, “Doença Renal e ObesidadeEstilo de Vida Saudável para Rins Saudáveis!” A data é comemorada sempre na segunda quinta-feira de março e neste ano cairá no dia 09/03, com ações que serão realizadas em todo o mundo. A Liga Acadêmica de Afecções Renais (LARe) da UFMA, sob a orientação do prof. dr. Natalino Salgado Filho em parceria com o Hospital Universitário da UFMA (HU-UFMA), vinculado a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), também promoverão um dia de atividades voltados para essa temática.

Obesidade é um fator de risco da Doença Renal Crônica (DRC). Ela aumenta o risco do desenvolvimento de outros fatores de risco da DRC, como diabetes e hipertensão arterial, e tem impacto direto no desenvolvimento da doença renal. A boa notícia é que a obesidade, assim como a DRC, podem ser prevenidas. Conhecer os fatores de risco da DRC e manter hábitos saudáveis, inclusive nutricionais e praticar exercícios, ajudam a prevenir a obesidade e a Doença Renal Crônica.

Para iniciar as atividades do Dia Mundial do Rim (09/03) os profissionais e estudantes do HU-UFMA darão umabraço simbólico na Unidade Presidente Dutra às 7h30. E a ação educativa acorrerá no Shopping da Ilha, das 10h às 22h, com distribuição de panfletos explicativos, mostrando os cuidados que se devem ter com os rins, orientações ao público prestadas por profissionais e acadêmicos do HU-UFMA, além de aferição de pressão arterial, glicemia capilar e avaliação de medidas antropométricas (verificação do peso corporal, altura, circunferência abdominal e cálculo de IMC). 

O objetivo é sensibilizar a população em geral para as doenças renais que afetam milhões de pessoas em todo o mundo, que possam estar em risco. É crucial promover a educação para a saúde, conscientizar a população para a importância de um estilo de vida saudável, desde o nascimento até a idade adulta. A detecção precoce e a adoção de um estilo de vida saudável são fortes aliados para evitar o aumento do número de casos das doenças renais crônicas.

Ela se constitui como um problema de saúde pública no Brasil e no mundo, chegando a atingir mais de 500 milhões de pessoas.

Dicas de ouro
Um bom início para a prevenção da Doença Renal Crônica:
1.    Mantenha-se em forma.
2.    Pratique atividade física regularmente.
3.    Mantenha sua alimentação saudável.
4.    Evite o sobrepeso.
5.    Mantenha-se hidratado, tomando líquidos.
6.    Controle o nível de açúcar no sangue (glicemia) para evitar o diabetes.
7.    Monitore sua pressão arterial.
8.    Consulte um médico regularmente para acompanhar a situação dos seus rins.
9.     Não fume.
10.  Evite bebidas alcoólicas.
11.  Não tome remédios sem orientação médica
Ebserh
A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.