Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

terça-feira, 24 de novembro de 2015

3ª SEMANA DO BEBÊ QUILOMBOLA COMEÇA AMANHÃ EM BEQUIMÃO Direitos, Sobrevivência e Desenvolvimento serão temas abordados

Começa amanhã no município de Bequimão, na baixada maranhense, a 3ª Semana do Bebê Quilombola. O evento abordará o direito, a sobrevivência e o desenvolvimento da criança quilombola e visa a garantia dos direitos dos menores de até 6 anos de idade, pertencentes a comunidades remanescentes de quilombos, onde viviam os escravos.

A Semana é promovida pela prefeitura municipal, em parceria com instituições como o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Governo do Estado do Maranhão e a Fundação Josué Montello.  A abertura oficial das atividades acontece às 8h no salão paroquial da Igreja de Santo Antônio, na Rua Vitorino Freire. Ao mesmo tempo, o evento será aberto também nas 11 comunidades participantes.

Serão desenvolvidas ações voltadas a Educação e Cultura, com atividades lúdicas como contação de histórias e construção de brinquedos, rodas de diálogos e oficinas de percussão; Assistência Social, com oficinas artesanais para mulheres; Saúde, com dicas de prevenção de acidentes na primeira infância, amamentação; e Esporte, com atividades envolvendo crianças e adultos. Cinema nas comunidades, torneio de futebol infantil, vacinação e uma série de outras atividades ainda fazem parte da programação que se estende até o próximo dia 30, sempre com foco na preservação da cultura quilombola.

População - Segundo dados do Centro de Cultura Negra do Maranhão, existem no estado 527 comunidades quilombolas, distribuídas em 134 municípios. Em Bequimão, 11 comunidades são reconhecidas oficialmente como sendo originárias de escravos: Ramal de Quindiua, Santa Rita, Mafra, Ariquipá, Rio Grande, Sibéria, Marajá, Pericumã, Sassuir, Juraraitá e Conceição.

Hoje cerca de 1500 famílias quilombolas residem na zona rural do município que tem quase 70% de sua população negra.

Segundo a coordenadora de Projetos Sociais da Fundação Josué Montello, Gisele Padilha, o evento é de extrema importância pois além de promover ações específicas para a melhoria da qualidade de vida dessas comunidades figura como uma ferramenta para a preservação e fortalecimento de sua própria identidade.

A Ação - A Semana do Bebê Quilombola foi concebida como uma estratégia de mobilização social para tornar prioridade o direito das crianças na primeira infância. Fase que vai até os 6 anos de idade e quando o processo de desenvolvimento é mais intenso e também uma fase determinante para a capacidade cognitiva e sociabilidade do indivíduo. É nessa etapa da vida onde o cérebro absorve todas as informações de forma mais duradoura.

A proposta então foi aproveitar o modelo da Semana do Bebê, realizada no Brasil pelo UNICEF e, a partir dela desenvolver um novo formato, de acordo com a identidade e necessidades das comunidades quilombolas.

A intenção foi criar condições para que os gestores municipais de políticas públicas, vereadores, lideranças políticas e comunitárias, entidades da sociedade civil, empresas, líderes religiosos, servidores públicos, comunidades quilombolas e sociedade em geral, pudessem refletir e agir a partir da temática abordada. Assim, através da Lei Municipal nº 09/2013, foi instituída em Bequimão a Semana do Bebê Quilombola.

Bequimão também já está entre os municípios que assinaram o termo de adesão ao Selo Unicef Município Aprovado, iniciativa que pretende incentivar os municípios da Amazônia Legal a implementar ações para garantir direitos e melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes.

CONGRESSO DE ZOUK TRAZ EDGAR FERNANDES A SÃO LUÍS

Durante três dias a capital maranhense vai respirar os ritmos envolventes da dança de salão. A principal novidade este ano é a presença do dançarino que participou da Dança dos Famosos 2015 
 
São Luís sediará nos dias 27, 28 e 29 de novembro de 2015, O MZ Congress, evento de dança maranhense, que acontecerá no Brisamar Hotel e que reunirá nomes nacionalmente consagrados na dança. 
 
Essa será a terceira edição do evento na cidade. Organizado pelo Movimento Zouk, o congresso visa alcançar não só alunos e profissionais da área, mas também amantes e simpatizantes da dança de salão, tendo uma programação especial para todo o público. 
 
O MZ Congress terá em sua programação workshops e mostras coreográficas. Os workshops serão ministrados por 10 profissionais, nos salões do Brisamar Hotel, durante os dias 28 e 29 de novembro, destacando a presença especial do coreógrafo e dançarino profissional Edgar Fernandes, que participou da Dança dos Famosos 2015 no Domingão do Faustão, sendo professor da cantora Negra Li. 
 
Além da presença de Edgar,  estarão presentes os profissionais Érico Rodrigo (Rio de Janeiro-RJ); Adelaide Marinho (Belém-PA); Bianca Tude (Recife-PE); Fabi Chagas (São Paulo-SP); Rhawann Moraes (São Luís-MA); Larissa Carvalho (São Luís-MA); Wagner Brasil (Recife-PE); Geovanne Cordeiro (São Luís-MA); Dennis Adam (São Luís-MA); e Andressa Brandão (São Luís-MA). 
 
A festa de abertura do evento acontecerá no dia 27 de novembro, a partir das 22 horas, no Ki Gourmet. No dia 28 de novembro na Creperia Mariposa estão previstas a realização das mostras coreográficas, entretendo o público presente. 
 
 
BIOGRAFIA DE EDGAR FERNANDES 
 
• Profissional da dança de salão há 11 anos;  
• Campeão Brasileiro de Dança de Salão “Baila Floripa Duo” (2012)  
• Campeão do “Premio Desterro” – Festival de Dança de Florianópolis (2012) na categoria de Dança de Salão Contemporânea  
 Edgar se apresenta num dos mais renomados eventos de Dança de Salão do Brasil o “Baila Costão”, realizado no Costão do Santinho Resort.  
• Leciona nas maiores escolas de dança de salão de São Paulo.  
• Participou com coreografias de dança nos programas de televisão tais como “Roni Von”, “Got Talent Brasil” e “Programa do Gugu”;  
• No Hip Hop, apresentou-se nos melhores festivais do Brasil, como o Festival de Joinville e o Festival de Hip Hop Internacional em Curitiba;  
• Professor da Negra Li no quadro ”Dança dos Famosos 2015” no Domingão do Faustão. 
 
O QUÊ: MZ CONGRESS 
QUANDO: 27, 28 e 29 DE NOVEMBRO DE 2015 
ONDE: BRISAMAR HOTEL 
CONTATO: Cristiano Cacique, organizador do evento. Telefones: (98) (98) 98711-5362. 

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Link Monitoramento expande atuação e inaugura unidade em São Luís


Com forte presença no centro-sul do país,  a Link Monitoramento, especializada em rastreamento de veículos e bens, inaugura no próximo dia 19 de novembro sua mais recente unidade, localizada em São Luís do Maranhão. O coquetel acontece no Restaurante Maracangalha na Lagoa ás 19h para convidados e imprensa.
De acordo com o Diretor da Unidade de São Luis, José Perecini Jr., a empresa, com sede em Curitiba (PR) e presença em todas as regiões do país, tem como meta de crescimento a região Nordeste, que já representa 20% de seu faturamento.
Atuando no mercado com monitoramento e rastreamento de veículos de passeio, motos, pequenas e grandes frotas, além de bens e objetos, a Link Monitoramento consegue preencher a lacuna das empresas como ferramenta de gestão do negócio.  "Ao contrário do início da atividade de rastreamento no país,  cujo foco era segurança,  hoje o nosso serviço oferece redução de custos, otimização da logística e maior produtividade.  Isso, em momentos de crise, faz toda diferença nos resultados operacionais das empresas".
Exemplo dessas soluções são o controle de jornada do motorista, em sintonia com a legislação,  os sistemas de manutenção preventiva de vários itens do veículo,  bem como indicadores que mostram de velocidade excedida a posições da frota fora da rota prevista. Todas essas ferramentas utilizam tecnologia GSM/GPRS e GPS.
Unidades descentralizadas
Ainda de acordo com José Perecini, a empresa possui um conceito moderno de gestão das unidades, descentralizando suas operações, que, graças ao formato em rede, possibilita autonomia e atendimento mais próximo ao cliente. "Essa característica proporciona um serviço de altíssima qualidade, atendendo prontamente todas as necessidades dos clientes. Inclui-se nesta descentralização até a operação de monitoramento que é toda feita em São Luís", assinala.
Outro diferencial do mercado é a própria instalação dos equipamentos de monitoramento e rastreamento, que está a cargo de instaladores próprios da empresa, o que gera mais confiabilidade e segurança ao cliente. "Os profissionais são treinados e certificados junto ao nosso centro de treinamento em instalação em veículos, além de receberem orientações sobre o padrão Link de instalação de equipamentos. Com a expertise da Link, podemos oferecer aos nossos clientes o que há de mais moderno no mercado", conclui.

Correios lança campanha Papai Noel dos Correios no MA

A tradicional ação social de Natal realizada pelos Correios, a campanha Papai Noel dos Correios, será lançada nesta quinta-feira (19), às 10h, na sede regional da empresa, na Praça João Lisboa, Centro de São Luís, onde será inaugurada a Casa do Papai Noel.
Pontos de adoção - As cartinhas serão disponibilizadas na Casa do Papai Noel (Praça João Lisboa). As pessoas interessadas em adotar uma cartilha e realizar o sonho de Natal de uma criança carente poderão fazer isso até o dia 11/12. Todos os presentes e cartas-resposta serão entregues pelos Correios até o Natal.
História da campanha – Criada há 26 anos, a campanha surgiu espontaneamente diante da grande quantidade de cartas endereçadas ao bom velhinho que adentravam no serviço postal. Desde então, os empregados dos Correios agem numa rede de solidariedade que conta com milhares de padrinhos da sociedade.
Objetivos - O principal objetivo da campanha é responder às cartas das crianças que escrevem ao Papai Noel e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Além disso, procura-se desenvolver a habilidade da redação de carta, de como endereçá-la corretamente, utilizar o CEP e disseminar a solidariedade própria do período natalino. Para tanto, desde 2010, os Correios estabeleceram parcerias com escolas públicas, creches e abrigos que atendem crianças em situação de vulnerabilidade social.
Operacionalização – As cartas são recebidas pela equipe de empregados dos Correios, selecionadas de modo que atendam aos critérios da campanha: crianças de até 10 anos ou até o 5º ano do Ensino Fundamental ou ainda especiais de qualquer idade, em situação de vulnerabilidade social. Após a seleção, as cartas são cadastradas em sistema próprio onde ganham uma numeração que preserva a segurança da criança.
Finalmente, as cartas são postas para adoção dos padrinhos, aqueles que procuram os pontos de adoção de cartas e decidem realizar o sonho de uma ou mais crianças. Também há o fundamental apoio dos padrinhos corporativos, pessoas jurídicas cujos colaboradores se reúnem e adotam uma grande quantidade de cartinhas vindas das escolas públicas ou comunitárias. No primeiro caso, os presentes são entregues pelo carteiro-noel via postal. No segundo caso, são entregues pelo próprio Papai Noel dos Correios na escola.
Últimos resultados – Em 2014, somente no Maranhão, foram recebidas 22.939 cartinhas. Destas, 8.420 estavam dentro dos critérios e foram selecionadas e 4.638 foram presenteadas.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

AGUARDEM! VÊM AI A 5º EDIÇÃO DO PRÊMIO CARPE DIEM.

Rainha da Primavera – 2015

Grupo Artístico Cultural Sítio Produções é uma entidade sem fins lucrativos que há dez anos realiza festas e eventos culturais em São Luís, sempre apostando em novos talentos, com muita criatividade e inovação, bem como, valorizando a diversidade artística local. Já realizou espetáculos em vários palcos de nossa cidade, com crescente aceitação por parte do público.
Em novembro realizará o seu mais tradicional evento: Rainha da Primavera  2015 -entre Deuses e Rainhas, trazendo o que há de mais intrigante e belo na Mitologia Grega. No palco, artistas performáticos, bailarinos e atores darão vida, cores e ritmos a mitos, que ainda hoje inspiram e povoam a imaginação popular.
O espetáculo será realizado no dia 29 de novembro de 2015, às 20h, no Cine Teatro da cidade de São Luís, ao preço individual de R$20,00. O figurino será assinado pelo renomado Estilista e Costureiro Betinho Silva, os adereços e coreografias de responsabilidade de Rafael Santos e a direção Geral a cargo de Mariel Dutra.
Portanto venha à Rainha da Primavera 2015 e descubra por que o povo grego não deixou apenas ruínas de seus majestosos monumentos, como testemunhos de sua passagem pela Terra. Cada pequena história da sua Mitologia, cumpre a função de dar significado ao Universo e, ao mesmo tempo entreter aqueles que a ouvem. Não importará buscar a sua veracidade, mas apenas dar asas à imaginação e embarcar com o Sítio Produções, nessa viagem pela fantástica fantasia grega. Bom espetáculo.

Arte para ver e sentir

Artista plástica Graça Soares abre exposição “Outros Sentidos” que propõe experiência colaborativa com obras sensoriais que dialogam artes plásticas, inclusão e sustentabilidade.
A vernissage acontece nesta quinta-feira (12),
na Galeria do Sesc, na Av. Gomes de Castro, 132, Centro.

Ver com o corpo, olhar com os sentidos. Possibilitar a ampliação da experiência estética do público em diálogo com valores mais comunitários de consumo consciente com reaproveitamento de materiais e texturas da natureza. Com essa proposta, a artista plástica e educadora Graça Soares, abre a partir das 18h30 na Galeria do Sesc Deodoro, a exposição “Outros Sentidos”. A proposta da exposição é levar as pessoas para dentro do ambiente de criação de forma acolhedora, para que elas vejam e sintam todo o processo de produção, os materiais utilizados. Ao todo, dezoito obras sensoriais e peças de artesanato sustentável, feitas com fibras de bananeira, de tucum, de quiabeiro, vinagreira, lonas de caminhão entre outros estarão em exposição. O conceito “Outros Sentidos” propõe o diálogo sensorial tanto pela via do corpo quanto da consciência ambiental no uso de matéria-prima do artesanato sustentável. A exposição é tanto os outros sentidos que se dá ao material, por utilizar aproveitamento de materiais, como lona de caminhão, fibras naturais, e, ao mesmo tempo, na intenção de aguçar os vários sentidos das pessoas, que é algo muito presente no cotidiano da artista.
Da cidade para o campo
A história de Graça Soares no uso de fibras naturais em suas obras teve início há 20 anos, a partir de um projeto de pesquisa monográfica para o curso de Educação Artística, da Universidade Federal do Maranhão, intitulado “As fibras naturais no processo criativo da Arte Educação”. Durante o processo de pesquisa, com abordagem multidisciplinar, a artista reuniu um grupo de crianças de Mojó, comunidade rural da cidade de Paço do Lumiar, com crianças de escolas particulares de São Luís, na faixa etária de 8 a 15 anos, para conviverem juntas, durante oito dias, dentro de uma casa de taipa, de forma comunitária, dividindo tudo, do espaço à comida, das visões de mundo às trocas culturais. "Foi difícil misturá-los. As diferenças sociais eram muitas e elas tinham que compartilhar tudo. No final, o resultado tanto artístico quanto de experiência de vida foi maravilhoso”, comentou Graça Soares. O resultado final foi a produção de telas com uso de fibras de bananeiras, a partir de metodologia própria, que despertou também o interesse das mães das crianças da comunidade. As mulheres aprenderam a técnica e começaram a produzir suas próprias peças artesanais. Os laços com a comunidade foram se fortalecendo e Graça Soares decidiu morar em Mojó, em terreno doado por uma das artesãs da comunidade, onde ela construiu uma casa de taipa com palhas, chão batido e iluminação a base de lamparinas.
A casa se tornou um lugar de vivência comunitária. Além da experiência estética e sustentável, a artista também insere uma atitude política de visão comunitária e ambiental junto à comunidade, com a criação da ONG Arte Mojó. “Quando chamei os voluntários para compor a Ong Arte Mojó, juntei pessoas da cidade com pessoas da comunidade. Hoje, eles têm trabalho independente. As mulheres fundaram um grupo de artesãs, apoiados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e pelo Sebrae”, disse Graça. Além da produção artesanal, a artista ajudou a movimentar recursos e melhorias para a comunidade, com a implantação de sistema de transporte coletivo integrado, organização de reuniões e passeios na defesa do meio ambiente da região. “Fui até ameaçada de morte. Não levei nada para Mojó. Apenas mostrei a eles que podem ser independentes para buscar a melhoria do lugar com muita luta, respeito, trabalho e perseverança. Ou seja, aprendi ao longo do tempo que o principal objetivo da pesquisa era exatamente isso: ajudar a comunidade a buscar soluções sustentáveis para seus problemas com o uso da matéria prima que a própria natureza oferece”, ressaltou. O resultado da vivência da artista plástica em meio a comunidade se tornou a principal ferramenta metodológica e humana no seu processo particular de criação artística, e é a base ideológica dos produtos que serão comercializados no Ateliê Natural Arte.
Produção colaborativa
De volta a São Luís, a artista plástica decidiu fazer da casa um ateliê. Estabeleceu moradia e o trabalho se expandiu, tornou-se premiado e com novos interesses, direcionados a um trabalho mais texturizado e sensorial, para as pessoas com deficiência. A exposição “Outros Sentidos” marca toda essa trajetória da artista na relação com os objetos da natureza e seus novos significados também para a fruição das artes visuais e do processo colaborativo de produção artística, tanto no que diz respeito a uso de novos espaços quanto ao diálogo com o trabalho de outros profissionais sensíveis à proposta estética de Graça Soares.