Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Top Social todos os dias no Jornal O Debate. Já nas bancas!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

MILLA CAMÕES – 15 Anos Só Faz Uma Vez!

A cantora Milla Camões comemora 15 anos de carreira, mas quem recebe o presente é você.
Milla presenteia seu público com o show Milla Camões – 15 Anos Só Faz Uma Vez!  O espetáculo, que tem produção da Satchmo Produções, está centrado em canções que marcaram a evolução da carreira da artista e demonstra uma marca da artista, a versatilidade do repertório.
Milla passeia por várias gerações e estilos da música brasileira, cantando samba, bossa nova e o soul brasileiro, além passear com maestria pelo jazz e o blues norte americanos.  Vale destacar algumas músicas que foram recriadas pelo arranjador, contrabaixista e violoncelista Jeff Soares especialmente pra esse show: Outono no Rio (Ed Motta), Cuerpo e Alma (uma versão em espanhol para o standards clássico da música norte americana dos compositores E. Heyman, R. Sour e J. Green), Onze Fitas (Fátima Guedes), Dez Contados (Céu), God Bless The Child (Billie Holiday e Arthur Herzog), Dente de Ouro (Josias Sobrinho), Bonita (Bruno Batista), Tuaregue Nagô (Lenine), Superstition (Stevie Wonder), Summertime (G. Gershwin, I. Gershwin e  DuBose Heyward).
Neste espetáculo, Milla Camões, artista da primeira grandeza na música brasileira, canta com afinação que parece natural e lhe é peculiar, um feeling incrível que impregna suas interpretações e sua voz intimista no acalenta a alma e nos transporta para o plano da beleza e emoção sem paralelo. Ela será acompanhada por uma superbanda de músicos bons e experientes, que são como ela própria diz seus parentes de palco: Jeff Soares (cello e contrabaixo), Wesley Souza (piano), Nataniel Assunção (bateria) e Edson Bastos (guitarra). Subiram ao palco, ainda na noite do show, alguns parceiros da música e da vida que a artista reconhece como se fossem irmãos de alma e também são o alicerce para o desenvolvimento de sua arte: o violonista Celson Mendes, as cantoras Camila Boueri e Tássia Campos, e a grande surpresa da noite que fica por conta da participação do baterista Gil Camões, filho da cantora, que estará com ela pela primeira vez num palco.
Carioca, Milla Camões radicou-se em São Luís e aos 15 anos iniciou a carreira, atuando em festivais de canto coral como o tradicional festival FEMACO - Festival Maranhense de Coros.
Em 1999, no Rio, apresenta-se profissionalmente em bares e, mais tarde, no projeto “Dia Temático da Música”, criado pelo canal Futura.
De volta a São Luís, em 2003, faz o circuito das principais casas de shows e bares; engaja-se em projetos musicais, festivais e trabalha com grandes compositores e artistas da música maranhense.
  
Em 2006, foi vencedora do 19º FESMAP (Festival de Música de Pinheiro) com a música “Os Pais do Sertão” do compositor Carlinhos Carvalho.
Nos anos 2006 e 2007, foi reconhecida como talento da noite pelo Prêmio Universidade FM e, em agosto de 2007, participa do show “Nós” do sopranista Fernando de Carvalho e do violonista Luís Júnior. Através deste trabalho, recebeu convite para uma série de três shows na Ilha Terceira, Açores-Portugal. Os shows foram realizados em setembro de 2007 com ótima aceitação local. Em 2010, participou do disco “João do Vale, a Força do Carcará”, idealizado pela FIEMA/SESI, com os cantores Alcione e Carlinhos Veloz, na oportunidade gravou a música “Estrela Miúda”, composição de João do Valle e Luiz Vieira.
Foi atração na primeira noite do III Lençóis Jazz e Blues Festival, realizado em agosto de 2011 no Teatro Artur Azevedo, em São Luís - Ma, show celebrado pelo público por sua interpretação primorosa e inventiva nos standards do jazz, recebendo elogios de artistas da grandeza de Ithamara Koorax e da harpista Cristina Braga. Como fruto deste momento, gravou CD Demo com músicas do repertório do show.
CRÍTICA SOBRE MILLA CAMÕES
“Recebi ontem seu pacote com 3 CDs demo da Milla Camões, que ouvi e gostei da sua dicção, o modo gracioso que dispensa às interpretações através de delicadas acentuações nas terminações de algumas frases, e o generoso feeling que transborda na sua voz.” *
*José Domingos Raffaelli, produtor, pesquisador e crítico de jazz. Raffaelli foi colunista de jazz do Jornal do Brasil e de O Globo. Atualmente assina coluna sobre o tema no Jornal Folha da Estância e no blog CJUB. Publicou os seguintes livros "Miles Davis, vida e obra" (1978/Edições Mundo Livre/Rio de Janeiro); "CD Clássicos & Jazz" (1991, Editora Nova Cultural/São Paulo), co-autor da seção de jazz em parceria com Zuza Homem de Mello e Alberico Cilento; "Guia de Jazz em CD" (2000, Jorge Zahar Editor/Rio de Janeiro), em parceria com Luiz Orlando Carneiro.
“Milla Camões possui uma bela voz, intimista (lembra pela voz e também pelo
rosto nossa querida Maysa, só que com ar alegre), explora muito bem as
"palavras" que divide com naturalidade, enfim, merece destaque no cenário
nacional.”*
*Pedro Cardoso, Crítico e consultor de jazz, autor da Revista Mensal do Jazz, publicada no site da Tradicional Jazz Band (http://traditionaljazzband.uol.com.br/). Autor, em conjunto com Luiz Carlos Antunes, do livro “Charlie Parker – Glória Pessoal, Abismo Pessoal” (em poder de editora para análise)
MILLA CAMÕES POR ELA MESMO
15 anos.
Um debut.
Bodas de cristal.
E é assim, cristalizada, que minha carreira se encontra. Consigo perceber brilho em tudo que produzi até aqui e mais que isso: sinto que finalmente posso me apresentar à sociedade, como se fazia antigamente: madura, pronta para dar frutos, gerar coisas boas.
Não se fazem 15 dias de carreira em 15 noites. Foram muitas delas, cantando nos bares, me apresentando para milhares de pessoas ou apenas duas. Meu canto me levou a outros cantos, me atravessou mares, me fez rir, me fez chorar, me fez desistir. Desisti muitas vezes. Dormi Camila e acordei tão ávida de ser Milla Camões, que me faltava a respiração, como se a música fosse o básico que me mantinha de pé. A canção me deu família, filhos, amigos. Me deu músicos que são irmãos. A música me deu vida. Nasci no dia em que comecei a cantar e as notas me pariram e me deixaram livre para fazer escolhas. Como uma boa mãe, a música me acalentou, me deu bronca, me deixou voar.
E nessa altura da vida, em que o começo foi deixado para trás e com eles o medo de não dar certo, a falta de experiência já é passado (embora vivo, que não me deixe esquecer do porquê preciso lutar), me encontro no meio do caminho, com a certeza do que quero cantar, e pra quem quero cantar.
E nada melhor para comemorar essa data do que uma festa de aniversário. Uma festa com direito a bolo, valsa, tudo como manda o figurino e eu, cantando para vocês aquilo que desenhou a minha carreira até agora. Acompanhada no palco desses parentes de alma: Jeff Soares (cello e contrabaixo), Wesley Souza (piano), Nataniel Assunção (bateria) e Edson Bastos (guitarra) ainda levarei comigo algumas participações que são o alicerce para essa carreira feliz que tenho
No mais, convido todos para se juntar a mim neste dia, porque o ingrediente principal, o vértice disso tudo, é o público: o único responsável por eu ter chegado até aqui.
Obrigada e espero todos para dividir comigo esse momento especial!!
                                                                                                          Milla Camões
O QUÊ: MILLA CAMÕES – 15 Anos Só Faz Uma Vez!
ONDE: Amsterdam Music Pub - Rua Cel. Amorim, Lagoa da Jansen.
QUANDO: Quinta-feira (06/11), às 21:30 h. Entrada Individual: R$ 25,00 – Mesa: R$ 110,00. Reservas: 996186643, 981640488 e 987163850. Realização: Satchmo Produções. Apoio cultural: Conta Master, Calado e Correa Adv, Associados, Be Happy Clean Decor e Gráfica Socingra