Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Cintia Sapequara com espetáculo na Ilha

Ela é polêmica e mesmo assim, não deixa ficar de fora o bom humor. Cintia Sapequara apresenta nesta sexta-feira (12), a partir das 19h, na Guest House (Centro), o espetáculo “Sintética Idêntica ao Natural”, que segue em cartaz até o dia 28 de setembro.
O novo trabalho do ator Erivelto Viana, criador da personagem Cintia Sapequara, representa uma ação artística resultante do projeto “Cintia Sapequara é quem paga as minhas contas”, impulsionado pelo BemDITO Coletivo (Maranhão) e idealizado pelos artistas Erivelto Viana (Maranhão) e Ricardo Marinelli (Paraná), com recursos do Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna 2012.
É importante salientar que a criação foi a relação nem sempre harmoniosa entre o artista e gestor Erivelto Viana e sua criatura mais ilustre Cintia Sapequara, personagem que já tem mais de 13 anos de vida nos palcos, na noite, no rádio e na televisão em São Luís. A notoriedade e alcance dessa figura e a relação entre ela e seu criador (que continua inevitavelmente sendo o “recheio” de Cintia), foram às questões que nortearam o trabalho da equipe. “Sempre me senti muito seduzido pelo poder comunicativo da Cintia em São Luís, pela história que construiu junto aos meios de comunicação e junto às pessoas. O alcance que ela tem nas mãos é raríssimo tanto entre artistas contemporâneos, quanto entre transformistas no Brasil a fora. Desde o começo nossa proposta foi trabalhar a partir desse corpo trans-celebridade, evidenciando a relação entre criador e criatura. Nesse jogo inevitavelmente esbarramos na politicidade do corpo trans e nos possíveis discursos a partir dele”, diz Marinelli, que assina a direção da obra.
O título “Sintética idêntica ao natural” é a forma que a equipe encontrou para nominar o conjunto de ações em que Cintia se implica durante o espetáculo-situação, sempre borrando fronteiras entre natural a artificial, real e virtual, orgânico e inorgânico, sujeito e objeto, carne e espuma. Cintia é mulher sintética, porém idêntica ao natural. Nesse sentido a peça também coloca em discussão as técnicas de modificação corporal e a corrida em busca de corpos cada vez mais modelados artificialmente, nos transformando em criaturas naturalmente sintéticas. “Neste trabalho escolhemos colocar a Cintia em lugares e situações que normalmente ela não habita, deslocando um pouco a forma que as pessoas podem enxergá-la. O que as pessoas podem esperar é a mesma Cintia que está na rádio, na televisão e na noite, mas fazendo coisas que ela ainda não fez. É um espetáculo solo que revela uma Cintia que você ainda não conheceu”, conta Erivelto Viana, o artista por trás de Sapequara.
O projeto é a segunda parceria entre Ricardo e Erivelto, que já foram juntos ao palco no espetáculo TRAVESQUEENS, de 2011. Desde então a dupla vem desenvolvendo diversas ações artísticas no campo da diversidade sexual, do transformismo e da vivência da transexualidade. “Travesqueens acabou virando uma plataforma que integra diversas ações”, afirmam. Além dos dois integram ainda a equipe de criadores os artistas Cristian Duarte (São Paulo) e Gustavo Bitencourt (Curitiba), que colaboraram em fases específicas da criação, que aconteceu itinerantemente entre Curitiba, São Paulo e São Luís do Maranhão.
SERVIÇOS
O QUÊ? Cintia Sapequara em “Sintética Idêntica ao Natural”
ONDE? Guest House (Centro Histórico / Rua da Palma)
QUANDO? 12, 13, 14, 19, 20, 21, 26, 27 e 28 de setembro.
Obs: Na sexta-feira e sábado, às 20h e domingo, às 19h. 
INGRESSOS? Vendas somente no local. A inteira custa R$ 30 e R$ 15, a meia.
INFORMAÇÕES? (98) 82027635/ 87581881
Lotação por sessão: 20 espectadores
Ficha Técnica
Idealização Erivelto Viana e Ricardo Marinelli
Direção Ricardo Marinelli
Performance Erivelto Viana / Cintia Sapequara
Colaborações artísticas Cristian Duarte e Gustavo Bittencourt
Design Gráfico Aurélio Dominoni
Consultoria de Make-up e Hair Marcelo Nascimento
Uma produção BemDito Coletivo
Fotos Márcio Vasconcelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.