Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Xangai no Teatro Arthur Azevedo


Uma das atrações mais esperadas pelos apreciadores da música popular brasileira, o consagrado cantor Xangai, faz apresentação única em São Luís do Maranhão acompanhado pelos músicos João Liberato e Ricardo Vieira. O evento acontecerá no dia 19 de agosto de 2014, às 20h30 horas, no Teatro Arthur Azevedo. No repertório estão elencadas algumas das canções maisemblemáticas do compositor Elomar, além do melhor da músicainstrumental brasileira.
 
Xangai – breve currículo
O Cantor Xangai é um dos mais consagrados intérpretes da música popular brasileira, tendo uma carreira consolidada ao longo de décadas de atuação musical no Brasil e no exterior. Fez parcerias musicais antológicas com compositores como Geraldo Azevedo, Renato Teixeira, Elomar, Vital Farias e Juraildes da Cruz. No ano de 1976, gravou o seu primeiro disco, Acontecivento, com destaque para as músicas Asa Branca, Forró de Surubim e Esta Mata Serenou. Ao longo de sua trajetória gravou mais de 20 discos de grande importância para a música brasileira, dentre eles: Parceria Malunga(1980); Qué Que Tu Tem Canário (1981); Mutirão da Vida (1984); Cantoria1(1984) com Geraldo Azevedo, Vital Farias e Elomar; Cantoria 2 com Geraldo Azevedo, Vital Farias e Elomar (1985); Xangai canta (1986); Xangai, Lua Cheia-Lua Nova (1990); Dos Labutos(1991); Aguaterra, ao vivocom Renato Teixeira (1996); Cantoria de Festa (1997); Mutirão da Vida(1998); Um Abraço Pra Ti, Pequenina (1998); Brasileirança(2002); Nóis éJeca Mais é Jóia, com Juraíldes da Cruz; Estampas Eucalol(2006).
 
Outras informações artísticas e biográficas em:
http://www.youtube.com/watch?v=qQcJgSVBipY(Programa Centro Cultural Banco do Nordeste).
 
Show de Xangai – acompanhado por João Liberato (flauta) e RicardoVieira (Violão)
Esta apresentação do cantor Xangai trará ao público ludovicense o melhor doextenso repertório dominado por este que é, sem dúvida, um dos maisimportantes intérpretes da nossa música. Será composto por canções degêneros diversos, desde clássicos do nordeste do Brasil, como Curvas doRio, até ícones da música latino-americana, como El Carretero. No entantoo domínio principal será das canções de Elomar, o mais destacado trovadorbrasileiro. As canções de Elomar situam-se dentro do universo que osestudiosos classificam como modal e que no ocidente está mais ligado à eramedieval, sendo criadas principalmente a partir de modos ao invés detonalidades. Este modalismo amalgamou-se na nossa cultura e perdura háséculos no subconsciente nordestino, precedendo o racionalismo do sistematonal. As trovas e as cantigas que Elomar compôs sobre esta estruturatrazem uma carga genética ibérica, por sua vez carregada historicamentede sonoridades árabes, que chegaram ao Brasil nos alaúdes portugueses no período da colonização. O braço do violão elomariano tem geralmente ascordas presas na terceira ou na quinta casa por um capo traste, umapestana artificial, que permite a criação de uma sonoridade diferenciada. Aterminologia peculiar que usa nas letras de suas cantigas provém do dialetoque ainda reina entre os vaqueiros das localidades mais recônditas do sertãodo Brasil. Sendo Xangai um conhecedor da linguagem sertaneja utilizada porElomar, a apresentação será permeada por importantes esclarecimentos arespeito das letras das canções.
 
Show de abertura –
João Liberato (flauta) e Ricardo Vieira (Violão)
O duo formado pelo flautista baiano João Liberato e pelo violonista sergipano Ricardo Vieira vem expandindo os horizontes da música instrumental brasileira através do trabalho de pesquisa e divulgação da música instrumental e apresentará ao público um repertório variado de peças brasileiras escritas ou arranjadas para flauta e violão de 7 cordas. Estarão presentes no repertório alguns dos gêneros mais genuinamente brasileiros, numa das mais representativas formações instrumentais da nossa cultura, além de autores consagrados, como Jacob do Bandolim e Egberto Gismonti.
Também terão espaço novos compositores atuantes em Sergipe, como Marcus Ferrer e Ricardo Vieira.
 
João Liberato - breve currículo
Graduado no Curso de Instrumento (Flauta Transversal) e Mestre em Música pela Universidade Federal da Bahia. É Professor Efetivo do Curso de Música da Universidade Federal de Sergipe. Atuou ainda como Professor do Conservatório de Música do Estado de Sergipe e ocupou durante três anos o cargo de Primeiro Flautista da Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe.
Recebeu diversas premiações em concursos e festivais, dentre elas: premiado no I Concurso Norte/Nordeste de Música de Câmara com o Prêmio Melhor Intérprete de Música Brasileira; ganhador do Primeiro Prêmio no Concurso Estadual Flauta no Barroco, promovido pela Associação MusicalBarroco na Bahia; finalista do I Concurso Nacional Nelson Freire para jovens solistas da Orquestra Sinfônica Brasileira; finalista do I e II Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica da Bahia; indicado ao Troféu Caymmi 2004 como Instrumentista Revelação.
 
Ricardo Vieira - breve currículo
Violonista sete-cordas, compositor e produtor musical, começou os estudos musicais há 17 anos e durante o período atuou em diversos setores da música, tais como acompanhamento de artistas locais (Amorosa, GwendolynThompson, Lina Souza) e nacionais (Zé da Velha e Silvério Pontes, Mozart Mello). Além disso, tem feito diversas participações em festivais de música, gravações, arranjos e produção musical. Nos últimos anos vem desenvolvendo trabalhos na área da música instrumental, em um projeto de parceria com o músico João Liberato, tendo a música brasileira como principal referência e objeto de trabalho e pesquisa. Além disto, trabalha para o desenvolvimento do Choro em Sergipe através da direção musical do Grupo Brasileiríssimo.
 
SERVIÇO
XANGAI em Cantoria canta Elomar no Teatro Arthur Azevedo
Quando: 19 de agosto de 2014, às 20h30
Onde: Teatro Arthur Azevedo(Rua do Sol, Centro - São Luís-MA)
Quanto: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada)
Lotação: 750 lugares
Classificação indicativa: livre
Vendas de ingressos: a partir do dia 06 de agosto na bilheteria do teatro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.