Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Roda de conversa sobre afrocidanização marca 7ª Primavera dos Museus na FMRB

Estudantes do Ensino Médio de escolas públicas participaram, na tarde desta segunda-feira, 23, da roda de conversa “Afrocidadanização no Século XXI”, atividade que integra a programação da 7ª Primavera dos Museus promovida pela Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB), em sua sede, no Convento das Mercês. Em seguida, foram divulgados os vencedores do Concurso de Redações que discorreram sobre o tema do evento.
Durante a atividade, os palestrantes Jacinta Santos, gestora de ações afirmativas da Secretaria Extraordinária de Igualdade Social, as professoras doutoras Mundicarmo Ferretti e Mary Ferreira e o bibliotecário Carlos Soares Martins, que mediou a roda de conversa, discutiram o tema da afrocidadanização no atual cenário social do país, especialmente no Estado do Maranhão, ressaltando as políticas públicas que contribuíram para algumas conquistas dos negros.
Para a professora Jacinta Santos, momentos como esse são importantes para gerar debates sobre a questão do negro na sociedade. “Uma oportunidade grande para estes alunos se encontrarem como afrodescendentes, como negros, e terem oportunidade de discutir e encontrar a sua identidade cultural. Esses debates ajudam e dão coragem para se assumirem e conhecer sua história”, destacou.
A presidente da FMRB, a advogada Anna Graziella Costa, ressaltou a importância desse evento como forma de inserir a grande riqueza cultural dos espaços museológicos, que durante muito tempo foi estática, no processo educativo cada vez mais dinâmico da modernidade.
“Debater a Afrocidadanização no Século XXI, no contexto de um estado com profunda influência negra é fundamental para a conscientização de nossa identidade. Por isso, nós criamos inclusive um concurso de redações, com prêmios para os alunos de escolas públicas. É preciso estimular, despertar a busca pelo conhecimento”, frisou.
Premiação – Após a roda de conversa, foram anunciados os nomes dos vencedores do Concurso de Redações. Em primeiro lugar ficou o texto “Cotas raciais: solução ou segregação”, do estudante Leonardo Castro de Almeida, do CEM Bernardo Coelho de Almeida, que recebeu como prêmio um tablet e uma bolsa para curso de redação preparatório para o Enem, ofertado pelo Curso Exclamação.
Nas segunda e terceira colocação ficaram os estudantes Ana Larissa Pereira da Silva, da CEM Bernardo Coelho de Almeida, e Gustavo Oliveira Everton, do Liceu Maranhense. Ambos ganharam uma bolsa de estudos do Curso Exclamação. “Foi uma experiência incrível representar a escola. Tive que ler mais sobre o assunto, estudar para ter uma base para escrever. Quero agradecer à FMRB pela oportunidade”, disse Leonardo Castro.
O concurso tinha como objetivo avaliar a capacidade de expressão escrita e o conhecimento dos estudantes de ensino médio sobre a temática relacionada à cultura afro-brasileira e suas relações dentro dos processos sociais, em especial, à cidadania e à apropriação e construção de bens culturais.
Após a da premiação, o público pode conferir a apresentação do tambor de crioula de Mestre Apolônio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.