Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Top Social todos os dias no Jornal O Debate. Já nas bancas!

domingo, 26 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL!

A VOCÊ COM CARINHO Festeje o prazer de cada conquista e o aprendizado de cada derrota! Festeje por estar aqui! Festeje a Esperança o Amor, no amanhã! Festeje a Vida! E saiba que sempre estarei aqui, para festejar isso tudo com você!

Obrigada pela amizade,dedicação e carinho que recebi de você neste ano. Não há no Universo palavras que possam expressar o que sinto em meu coração. Desejo um ANO NOVOcheio de Amor e Prosperidade. Que sejamos neste ano que se aproxiama e nos demais aquela criança acolhida nos braços do PAI. E que o Espírito da Paz sobrevoe nossos lares e pouse em nossos corações.

FELIZ NATAL E O ANO NOVO CHEIO DE AMOR, SÁUDE MUITA PAZ!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

SOCIEDADE

O pintor Francês Philippe Lhuillier reuniu amigos, imprensa e familiares no dia,(09), para o coquetel de encerramento da sua exposição no Salão do jornal O Imparcial, uma noite de intelectualidade com sorteios de quadros e a exibição do documentário “Infância Perdida” da sua autoria. Veja quem fez acontecer:

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

REVISTA CARAS E NOMES.

Já chegou na ilha do amor a nova edição da revista Caras e Nomes onde você pode perceber que a capa é a governadora do Maranhão, a querida Roseana Sarney, na revista você pode encontrar toda a cobertura do prêmio JK que foi uma mega festa e ainda você pode ver a coluna desse colunista titulada "Caras & Caras" que tráz a cobertira do prêmio Lençois de Areia do promoter Fred kennady. A revista agora contém o badalado site que você fica por dentro das novidades dos municipios.
Vou ficando por aqui e me visite no Twitter:
ATÉ MAIS!!!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

NOTÍCIA-PESQUISA.

Jovens viciados em SMS usam mais drogas e fazem mais sexo, diz estudo

Pesquisa nos EUA identifica relação entre meio e comportamento de risco. Autor ressalta que uso de SMS não leva a práticas inseguras, no entanto.

Do G1, com informações da AP

SMS
Jovens viciados em SMS têm maior chance de sexo e drogas, diz estudo. (Foto: Divulgação/sxu)

Adolescentes que enviam mais de 120 mensagens de texto por dia pelo telefone celular têm maior propensão ao uso de drogas e álcool do que aqueles que não fazem uso constante da ferramenta, segundo pesquisa divulgada pela faculdade de medicina da Case Western Reserve University.

Os autores do estudo ressaltam que não há indicação de que o hábito de enviar mais de uma centena de torpedos por dia - que eles batizaram de "hyper-texting" - leve os jovens ao sexo, bebidas e drogas. Mas, ressaltam, é curioso constatar que há uma ligação estatística entre o uso excessivo das mensagens de texto e comportamentos de risco.

O estudo, baseado em questionários preenchidos em sigilo por 4,2 mil estudantes em 20 escolas públicas da região de Cleveland, nos EUA, conclui que um em cada 5 adolescentes faz uso excessivo de torpedos. Um em cada nove passa mais do que 3 horas por dia em redes sociais como o Facebook.

Segundo os dados, jovens que enviam mais de 120 mensagens por dia têm, em média, uma chance 3,5 maior de ter relações sexuais do que aqueles que usam a ferramenta com menor frequência. Indivíduos que se enquadram nessa categoria também têm chance maior de se envolverem em brigas, fazer uso abusivo de álcool ou utilizar remédios sem indicação médica.

A pesquisa também aponta uma diferença entre os usuários de torpedos e os viciados em redes sociais: aqueles que utilizam sites por mais de 3 horas têm chances igualmente elevadas de consumo excessivo de drogas e álcool e de se envolverem em brigas com colegas, mas há uma incidência menor de relações sexuais na comparação com os que enviam mensagens de texto.

UM BOM COMEÇO DE SEMANA PARA TODOS!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

NOTÍCIA- OAB.

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA OAB RECEBE I PRÊMIO GAYVOTA DE DIREITOS HUMANOS

A Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA será uma das homenageadas, nesta quarta-feira (1/12), às 18:30h, no Teatro João do Vale, com o I Prêmio Gayvota de Direitos Humanos, uma homenagem e reconhecimento às pessoas e instituições que se destacaram na promoção da cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT)) no Maranhão.
Na oportunidade, será lançada ainda a Campanha Estadual de Combate à Homofobia.
De 1 a 4 de dezembro acontecerá a construção do Programa Maranhão Sem Homofobia. As atividades serão realizadas a partir do dia 2/12, estendendo-se até o dia 4/12, com encerramento no auditório da OAB/MA, das 9h às 18h. Parabéns em especial os advogados Rafael Silva e Diogo Cabral.
ABRAÇÃO.

NOTÍCIA-SAÚDE

Gel e uso preventivo de antirretrovirais trazem esperanças no combate à Aids

A Aids matou no ano passado cerca de dois milhões de pessoas no mundo, mas 2010 traz um certo otimismo com a redução de novas infecções, os novos tratamentos contra a doença e os meios adicionais para prevenir a transmissão.
Hoje no dia Mundial de Luta contra a Aids (1º), os especialistas e as associações recordam que, desde o início da epidemia, cerca de 30 milhões de pessoas morreram no mundo por causa desta doença.
No entanto, as novas transmissões reduziram 19% desde 1999, alcançando a cifra de 2,6 milhões em 2009, segundo a Unaids.
Além disso, o acesso aos tratamentos se ampliaram: mais de 5,2 milhões de pessoas tiveram acesso a antirretrovirais nos países em desenvolvimento, quando em 2004 não chegavam aos 700.000 beneficiários.
No entanto, o diretor executivo da Unaids, Michel Sidibé, recordou que 10 milhões de pessoas continuam à espera de um tratamento e os avanços obtidos até agora são muito frágeis por causa da situação financeira mundial.
Atualmente existe uma série de ferramentas para a prevenção e redução de riscos: o preservativo, tratamento de doenças sexualmente transmissíveis, conhecimento de seu status sorológico graças à detecção, à circuncisão masculina, programas de troca de seringas e meios terapêuticos de substituição da heroína para os viciados.
Mas na falta de uma vacina, os pesquisadores tentam acrescentar novos métodos a este arsenal.
Um dos mais promissores é a utilização dos antirretrovirais em pessoas não infectadas.
Também está se ensaiando um gel microbicida que cria uma "esperança para toda uma geração de mulheres", segundo Sidibé.
Publicado em julho passado, o estudo realizado pelo centro Caprisa em mulheres sul-africanas demonstrou que um gel vaginal microbicida a base de Tenofovir (um antirretroviral) reduz em 39% o índice de infecção sexual.
Recentemente, um estudo clínico publicado no New England Journal of Medicine demonstrou que uma dose cotidiana de uma combinação de antirretrovirais, tomados por via oral, reduz em 44% o risco de infecção pelo vírus responsável pela Adis (HIV) nos homossexuais.
Pesquisadores franceses e canadenses também falam de um tratamento 'a la carte', ou seja, administrável quando a pessoa (homossexual masculino) for manter uma atividade sexual.
Além das experiências com animais, outros dados médicos apoiam esta estratégia: desde 1994 já foram utilizados com êxito os antirretrovirais para reduzir o risco de transmissão do vírus da mulher grávida a seu filho e nos casos de exposição acidental ao vírus (por exemplo, usando uma agulha contaminada).
Os tratamentos (triterapêuticos) que reduziram espetacularmente a mortalidade nas pessoas infectadas pelo HIV também reduzem as quantidades de vírus no sangue e no esperma, o que contribui para limitar seu contágio.
Por fim, outra boa notícia é que uma pesquisa do Instituto de Métrica e Avaliação de Saúde da Universidade de Washington revela que as nações ricas quadruplicaram o financiamento de programas de saúde nos países pobres entre 1990 e 2010, fundamentalmente graças à maior conscientização da necessidade de lutar contra o HIV/Aids
UOL Ciência e Saúde.
Abração e uma boa noite!