Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS.

Uso de equipamentos para transporte de crianças passa a ser fiscalizado a partir de setembro
A partir desta quarta-feira, 1º de setembro, entra em vigor a fiscalização da nova lei que estabelece o uso obrigatório de equipamentos e dispositivos de segurança para o transporte de crianças de zero a 10 anos, de acordo com cada faixa etária. A Resolução 277 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada em junho de 2008, determina que crianças de até sete anos e meio deverão ser transportadas obrigatoriamente no banco traseiro utilizando o dispositivo de retenção. Segundo a norma, as crianças de até um ano de idade deverão ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto, crianças entre um e quatro anos em cadeirinhas e de quatro a sete anos e meio em assentos de elevação. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, as crianças até dez anos devem ser transportadas no banco traseiro. De acordo com o coordenador de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (DETRAN-MA), Roberval Lopes, o uso da cadeirinha é essencial para a diminuição do alto índice de acidentes que ocorrem em todo o Brasil. “Infelizmente, esse índice ainda é alto, o que indica números exorbitantes de mortes e lesões graves com crianças de 1 a 14 anos, por isso, o uso da cadeirinha é de extrema importância, pois todos os passageiros devem estar seguros dentro do veículo”, destacou o coordenador. Quem descumprir as normas referentes ao transporte de criança está sujeito a penalidade prevista no artigo 168 do Código de Trânsito Brasileiro, que considera a infração gravíssima e prevê multa de R$ 191,54, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e a retenção do veículo até que a situação se resolva. No que diz respeito ao transporte de crianças no banco dianteiro de veículos que possuem dispositivo suplementar de retenção (airbag), o equipamento de retenção de criança deve ser utilizado no sentido da marcha do veículo. Neste caso, o equipamento de retenção de criança não poderá possuir bandejas ou acessórios equivalentes e o banco deverá ser ajustado em sua última posição de recuo, exceto no caso de indicação específica do fabricante do veículo. Para o Diretor Geral do Detran-MA, Flávio Trindade Jerônimo, é muito importante a escolha certa do equipamento que será utilizado para transportar a criança, pois a altura e peso influenciam diretamente na proteção do passageiro infantil. “Para conscientizarmos as pessoas, precisamos principalmente focar na educação, porque de acordo com a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), o uso correto desses dispositivos de segurança nos carros reduz em até 70% o número de mortes e lesões mais graves. Precisamos preservar a vida! A cadeirinha e os demais dispositivos de segurança não são só um conforto para a criança e sim um importante instrumento de segurança”, enfatizou o diretor geral. SAIBA MAIS: Segundo a Resolução 277/08 do Contran: - As crianças com até um ano de idade deverão utilizar, obrigatoriamente, o dispositivo de retenção denominado “bebê conforto ou conversível” - As crianças com idade superior a um ano e inferior ou igual a quatro anos deverão utilizar, obrigatoriamente, o dispositivo de retenção denominado “cadeirinha” - As crianças com idade superior a quatro anos e inferior ou igual a sete anos e meio deverão utilizar o dispositivo de retenção denominado “assento de elevação”. - As crianças com idade superior a sete anos e meio e inferior ou igual a dez anos deverão utilizar o cinto de segurança do veículo.
UM ABRAÇO ESPECIAL PARA TODOS DO DETRAN-MA E ESPECIALMENTE PARA O DIRETOR FLÁVIO TRINDADE QUE ESTÁ FAZENDO UM BELO TRABALHO NA DIREÇÃO DO MESMO.PARABÉNS E SUCESSO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.