Coluna Top Social!

Coluna Top Social!
Coluna Domingo Top no Jornal Extra!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

DESABAFO.

BOA TARDE MEUS QUERIDOS AMIG@S ESTOU AQUI INDIGNADO COM AS NOTÍCIAS DOS JORNAIS DA ILHA QUE LI HOJE NO MEU CAFÉ DA MANHÃ, ACHEI UM BABACA E IDIOTA ESSE TAL DO DIRETOR DA INTEGRAÇÃO DA PRAIA GRANDE EM SÃO LUIS, LOGO NA NOSSA BELA A ILHA EXISTEM PESSOAS QUE NÃO VALE NADA E OS NOSSOS POLICIAIS QUE ERA PARA DEFENDER A SOCIEDADE E NÃO PREJUDICAR, ISSO MESMO ESTOU ESTARECIDO COM ESSA POUCA VERGONHA DE ONTEM, TANTOS LADRÕES SOLTOS, ROUBANDO, MATANDO E ESTRUPANDO POR AI E ESSES QUE DIZ QUE SÃO POLICIAIS FAZER UMA COISA DESSA COM OS ESTUDANTES QUE EM BREVE SAIRÃO DA FACULDADE PARA FOMARLIZAR UMA SOCIEDADE MAS JUSTA E PRESTA SERVIÇOS PARA A SOCIEDADE, VEJA A NOTICIA EM BAIXO, É LAMENTAVÉL.
Estudantes são agredidos em panfletagem no Maranhão. Estudantes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que panfletavam na área interna do Terminal da Integração da Praia Grande foram agredidos por guarda municipais e policias militares, ONTEM pela manhã..30 anos depois da sangrenta conquista da meia passagem pelos estudantes de São Luís, que apanharam da Polícia Militar, comandada pelo então governador João Castelo, hoje prefeito de São Luís pelo PSDB, a dramática cena volta a se repetir, ainda que em menor proporção.Assim como naquele dia de 17 de setembro de 1979, já no final do período da Ditadura Militar, o 17 de setembro de 2009 também irá manchar a autoridade político-administrativa do prefeito Castelo. Tudo porque, no início da manhã desta quinta-feira (17/9), estudantes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) foram agredidos dentro do Terminal da Integração da Praia Grande por Guardas Municipais, controlados pela gestão do prefeito Castelo.A agressão ocorreu enquanto os estudantes distribuíam panfletos de cunho político, relembrando a conquista da meia-passagem, há 30 anos, e reivindicando melhorias no transporte coletivo de São Luís. No entanto, eles foram advertidos pelo diretor do Terminal de Integração da Praia Grande, que os ordenou que a panfletagem terminasse, pois naquele ambiente, não era permitido tal ação.Os jovens questionaram com o diretor o porquê deles não poderem realizar a manifestação dentro do Terminal, uma vez que, na parte interior do local, existem diversos tipos de ambulantes. Mesmo sem estarem convencidos, os estudantes suspenderam a manifestação e começaram a distribuir panfletos nas filas do terminal para usuários dos coletivos. Esta ação desagradou, mais uma vez, o diretor do terminal, que chamou a Guarda Municipal e a Polícia Militar para retirar os estudantes do local.Agressão Segundo os estudantes agredidos (foto), os policiais chegaram ao local e utilizaram da força física para retirar os rapazes do terminal. Os estudantes apanharam de cacetes e tiveram suas roupas rasgadas, num ato típico dos períodos ditatoriais vividos na época Castelo à frente do Governo do Estado.Aos gritos de “isso é um absurdo, eles são só estudantes”, usuários de transporte coletivo que estavam no Terminal de Integração no momento da ação policial, pediam para os policiais parassem com as agressões. Eles informavam que os rapazes eram apenas estudantes que estavam distribuindo panfletos pacificamente.Apesar dos gritos dos populares, os policias conduziram os rapazes para o 1º DP (Distrito Policial), onde eles prestaram depoimento. Em seguida, os estudantes se deslocaram para o Instituo Médico Legal (IML) para fazerem o exame de corpo e delito.Os alunos da UFMA que estavam panfletando no terminal da Integração foram Paulo Gustavo, Wady Fiquene, Anderson Fonseca e Henrique Carneiro, sendo que os dois últimos foram os que sofreram as agressões dos policiais.Até o momento, nenhuma palavra foi dita pelo prefeito João Castelo para esclarecer os fatos à população, nem mesmo por parte do comando geral da Guarda Municipal, administrada pela Secretaria Muanicipal de Segurança com Cidadania. Pelo visto, Castelo não mudou muito depois de 30 anos.
VAMOS FAZER ALGO PARA MUDAR POIS AQUI NO MARANHÃO AS PESSOAS TÊM MANI DE ACEITAR TUDO, VAMOS REAGIR E LUTAR PELOS OS NOSSOS DIREITOS, NINGUÉM É MELHOR QUE NINGUÉM,
ABRAÇÃO E UM BOM FIM DE SEMANA, NOTA ZERO PARA ESSES POLICIAIS E DIRETOR DA INTEGRAÇÃO DA PRAIA GRANDE.
WILLIAM SANTOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MUITO OBRIGADO PELO SEU COMENTÁRIO.